Número 36 . Novembro 2010
Investir, trabalhar e reduzir custos

A presente edição da Sinergia apresenta feitos assinaláveis do Grupo nos quais todos os que colaboram connosco participaram de forma empenhada na sua concretização e por isso merecem as nossas saudações.

É tema de capa o Centro de Investigação da Fundação Champalimaud, obra que pelo seu simbolismo e dimensão, nos orgulha pela participação num projecto de elevada importância para o desenvolvimento da Investigação e da Ciência em Portugal.

Mas temos vindo a desenvolver outros projectos de relevância, numa base nacional e internacional, o que nos tem permitido, de forma segura, manter a estratégia de crescimento e o rumo que definimos para o futuro.

As iniciativas que a nível internacional vimos desenvolvendo, e que estou certo nos levarão no futuro a operar em novos mercados, permitem manter a dinâmica de crescimento que caracteriza o Grupo, tornando maior a exigência de cada um dos que colaboram no seio do Grupo Mota-Engil.

Na última edição referi que o equilíbrio é a base da nossa sustentabilidade.

Hoje, apesar dos tempos conturbados em que vivemos, a minha mensagem, não poderá deixar de ser de enorme confiança na equipa Mota-Engil, estando certo que todos compreenderão que, para atingirmos os nossos objectivos é preciso colocar mais racionalidade no planeamento e pragmatismo na Acção, tendo em vista ganhar mais eficiência nas operações, garantindo a excelência que temos que continuar a ter na nossa actividade.

Investir, trabalhar e reduzir custos são três conceitos que têm de estar permanentemente em toda a actividade do Grupo, hoje mais do que nunca.

Num Mundo em constante mudança, os desafios são permanentemente renovados e as dificuldades também, o que eleva os níveis de exigência que teremos de ter na gestão de cada uma das mais de duzentas empresas que hoje constituem o Grupo Mota-Engil. Criando sinergias, optimizando recursos para que no final mantenhamos o rumo que definimos para o nosso futuro.

Uma gestão moderna e eficiente tem de antecipar cenários e saber, com rigor e capacidade de planeamento, identificar oportunidades e materializa-las em resultados. É o que estamos a fazer.

Criando novas áreas de negócio, apostando na formação, investindo nos mercados internacionais em que marcamos presença, como também, adoptar uma atitude mais selectiva perante os projectos de investimento que se nos deparam. Os tempos não estão para aventuras. A solidez e o rigor são fundamentais.

É dessa forma que entendo que estamos, com o apoio de todos os stakeholders, no caminho certo para cumprir com os nossos objectivos do presente, mas é já no futuro que estamos focados, procurando antecipar realidades que nos permitam alcançar os objectivos do Ambição 2013 e assim ganhar o futuro. TEMOS DE CONSEGUIR!

"HOMENAGEM AO NOSSO COLEGA E AMIGO JOÃO DE SOUSA"

Não podíamos deixar de dizer algumas palavras de um Colega de Sempre, e que deixou tanta Saudade.

- Colega que nos recebeu de braços abertos, quando cada uma  de nós começou a trabalhar.

- Um Amigo de muitos momentos Bons e Maus.

- Um Profissional que ocupou o seu lugar com brio, mesmo tendo que se adaptar a novas formas de trabalhar.

- Um Mestre para muitos que com Ele trabalharam. Todos estes,  nós que também aprendemos com ele ,  e muitos outros colegas estivemos  presentes no seu funeral e  Todos  sabiam  que tinham perdido um AMIGO.

- Obrigado João por TUDO,  pela amizade desde o tempo do nosso Pai, compreensão, honestidade, confiança e profissionalismo.

Deus o guarde para Sempre,

Até um dia,

Manuela e Teresa Mota


© 2017 MOTA-ENGIL, SGPS