Número 36 . Novembro 2010
Mota-Engil Engenharia
Consórcio lança primeira pedra da Central Hidroeléctrica Venda Nova III

A cerimónia de lançamento da primeira pedra da Central Hidroeléctrica Venda Nova III, que teve lugar no dia 13 de Janeiro, contou com as presenças do Primeiro-Ministro, José Sócrates, do Secretário de Estado da Energia, Carlos Zorrinho, e do Presidente do Conselho de Administração da EDP, António Mexia.

A entrada em serviço da nova infra-estrutura, cuja potência instalada de 736 MW constitui uma reserva operacional para os picos de consumo ou para eventuais perdas inesperadas de produção, está prevista para o final do primeiro semestre de 2015.

O projecto, que implica um investimento de cerca de 349 milhões de euros, consiste em turbinar a água da albufeira da Venda Nova para a de Salamonde, ambas no concelho de Vieira do Minho, e, alternadamente, bombear em sentido oposto, aproveitando os preços mais baixos da energia nas horas de vazio.

Os trabalhos de construção civil representam um investimento de 131 milhões de euros e estarão a cargo do consórcio formado pela Mota-Engil Engenharia, MSF, Somague e Spie Batignolles. Quase exclusivamente subterrânea, a empreitada contempla uma central em caverna, localizada a cerca de 400 m de profundidade, e um circuito hidráulico em túnel, com cerca de 4700 m de comprimento.

Em declarações à Comunicação Social, Carlos Zorrinho destacou a importância da Central Venda Nova III no contexto energético nacional. «Insere-se no plano nacional de reforço de capacidade instalada na hídrica, que aumenta a autonomia energética do país e permite, no seu total, reduzir em 160 milhões de euros as importações anuais de energias fósseis.», sublinhou o Secretário de Estado da Energia.

Por outro lado, José Sócrates salientou que esta obra «significa uma aposta na maior autonomia energética do país, reduzindo a dependência do petróleo», asseverando que «Portugal escolheu basear a sua orientação e investimento no mix energético, nas energias renováveis - água e vento. Precisamos de nos empenhar na execução da obra que, há muito tempo, estava aí à nossa frente. Precisamos de 5% de estratégia e 95% de execução», rematou o Primeiro-Ministro.

  • Outras Notícias
    • Mota-Engil Primeiro-Ministro e Ministra da Educação inauguram escolas
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Engenharia Electromecânica é o melhor empreiteiro para a REN
    • Ler Mais »
    • Núcleo de Topografia e Topometria no 2.º Encontro Nacional de Geodesia Aplicada
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Engenharia promove construção sustentável
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Engenharia Monitorização online na construção de microtúnel no Aeroporto de Lisboa
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Engenharia realiza núcleo de betão armado em cofragem deslizante na Torre Ocidente
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Betão e Pré-fabricados 1.ª pré-fabricadora certificada no controlo e produção de betão
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Pavimentações presente no XV Congresso Ibero-Latino-Americano do Asfalto
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Pavimentações patrocina Canoagem
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Pavimentações nas jornadas promovidas pelo CRP
    • Ler Mais »

© 2019 MOTA-ENGIL, SGPS