Número 36 . Novembro 2010
Takargo Rail

A Takargo Rail, empresa do Grupo Mota-Engil, foi constituída em Setembro de 2006 para tomar uma posição de liderança no processo de liberalização do transporte ferroviário de mercadorias em Portugal. Em 2008, a empresa tornou-se o primeiro operador privado a efectuar comboios de mercadorias no território nacional. O processo de licenciamento, formação de maquinistas e obtenção de todos os certificados de segurança envolveu uma vasta equipa de técnicos durante dois anos, requerendo 50.000 horas de formação e mais de 1.500.000€ para cobrir custos. A Takargo detém hoje locomotivas, vagões e maquinistas próprios, um parque correspondente a um investimento superior a €50 milhões. As locomotivas são das mais potentes a nível europeu, permitindo efectuar comboios com mais de 1.200 toneladas.

Aliando a capacidade técnica dos seus quadros, a ambição e um forte apoio incondicional do accionista foi possível transformar a Takargo numa empresa de referência em operações logísticas intermodais em menos de três anos. O posicionamento de operador de nível ibérico levou a empresa a adquirir e homologar todo o material circulante em Portugal e Espanha. Para dar corpo à estratégia delineada, foi constituida a Ibercargo Rail, uma nova empresa participada a 50% pelo Grupo COMSA, com sede em Madrid, que assegura todo o negócio entre os dois países. De salientar a realização do primeiro transporte ferroviário directo entre os dois países, facto que posiciona a Ibercargo na liderança do transporte Intermodal ibérico. Actualmente, estão em exploração os corredores Lisboa - Saragoça, Lisboa - Madrid e Lisboa - Barcelona.

A Takargo desenvolve a sua actividade em três áreas de negócio que acrescentam valor e aumentam a competitividade, nomeadamente: Transporte Intermodal Marítimo, para apoio ao hinterland dos portos concessionados pelo Grupo Mota-Engil; Transporte Combinado Ibérico, que faz uso dos mais modernos equipamentos (caixas móveis) para apoiar os grandes carregadores nas trocas de mercadorias de valor acrescentado (Lactogal, Altri, Renova, Saica); e Transportes especializados (areias, britas, balastros, clinquer, ferro, automóveis, sucatas), fazendo uso de contentores dedicados que permitem efectuar o serviço porta a porta. Esta última vertente poderá acrescentar valor à construção de infra-estruturas ferroviárias e à área de agregados do Grupo Mota-Engil, alargando zonas de influência.

O crescimento orgânico da Takargo tem sido possível graças ao empenho, disponibilidade e estímulo de todos os colaboradores da empresa. Fazer parte de um Grupo como a Mota-Engil é o garante do reconhecimento do trabalho desenvolvido. O próximo passo está também definido: os efeitos de rede europeia obrigam à integração com outros operadores por forma a oferecer respostas mais globais aos clientes.


© 2014 MOTA-ENGIL, SGPS