Número 36 . Novembro 2010
Malawi
Mota-Engil Engenharia promove desenvolvimento através de Mina de Kayelekera

A Mota-Engil Engenharia viu ser-lhe atribuída, em Agosto de 2007, a construção da Mina de Kayelekera, bem como a mineração das jazidas de urânio no Malawi. O contrato foi celebrado com a Paladin Africa Limited, uma subsidiária do gigante da indústria mineira australiana com sede em Perth, na Austrália, Paladin Energy.

No âmbito da Mina de Urânio de Kayelekera, foram acordados os seguintes trabalhos: movimentação de terras (28,8 milhões de euros), construção civil (6,6 milhões de euros) e mineração (108,5 milhões de euros). Devido à emergência de uma necessidade detectada pelo cliente, foi recentemente assinado um outro contrato de 7,5 milhões de euros, que constitui a Fase 2 dos trabalhos de movimentação de terras das barragens.

Terminadas as empreitadas de construção civil e da primeira fase dos trabalhos de movimentação de terras, com uma quantidade final de quase 37 milhões de m3, a Mota-Engil Engenharia já iniciou os trabalhos de mineração, que contemplam: pré-desmonte, perfuração, dinamitação, actividades de carga e transporte. Desde o início desta etapa, foram movimentados 1,3 milhões de m3 de minério de urânio, cujo processamento, beneficiação e marketing do produto é feito pelo operador principal, a Paladin Africa Limited. Entretanto, os trabalhos de movimentação de terras das barragens, respectivos à Fase 2, estão concluídos em 55%.

A abordagem "Tolerância Zero", adoptada no campo de trabalho, explica o número de horas/homem sem acidentes - 1,5 milhões - razão pela qual a Mota-Engil Engenharia foi distinguida com um certificado de reconhecimento e a Mina seja vista como um modelo no país, em termos de questões ambientais e de segurança.

Baptizada com o nome de um importante líder tradicional local, o Chefe Kayelekera, a Mina situa-se num local rural, com escassos serviços públicos e sócio-económicos, a 50 km a noroeste de Karonga, uma cidade aproximadamente a 650 km a norte de Lilongwe, a capital do Malawi.

Ao gerar empregos neste local, essenciais para o povo do Malawi, Kayelekera constitui a primeira operação mineira em grande escala do género num país, onde a agricultura constituía a principal fonte de rendimento.

A exportação de concentrado de urânio, actividade já iniciada pela Paladin, é a nova fonte de rendimento que poderá impulsionar a economia que o Malawi tem estado à espera. O urânio extraído aumenta as receitas do comércio externo do país, trazendo mais dinheiro para o seu desenvolvimento e progresso.

Numa nação em que o grito da pobreza ainda faz parte dos cânticos do dia-a-dia, a Mota-Engil Engenharia Malawi está, gradualmente, a ajudar na construção de um país, melhorando este panorama.

  • Outras Notícias
    • Malawi Mota-Engil Engenharia no caminho marítimo em Nsanje
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Engenharia inaugura Ponte da Catumbela
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Engenharia conclui Agência da Encisa II em Luanda
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Polska abre troço Zgorzelec-Krzyzowa da Auto-estrada A4
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Polska assina acordo em Zakopane
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Polska com acordo em Bialystok Bialystok-Jezewo
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Polska presente na 66ª Volta à Polónia
    • Ler Mais »
    • Presidente da Administração da Mota-Engil Engenharia visita a Polónia
    • Ler Mais »
    • Sefimota integra MPS, criando uma Divisão Eléctrica
    • Ler Mais »
    • Sefimota ganha reconstrução da Estação de Tratamento de Águas Residuais de Dobríš
    • Ler Mais »
    • Direcção de Fundações e Geotecnia aplica técnicas de prospecção de hidrocarbonetos em prospecção geotécnica
    • Ler Mais »
    • Direcção de Fundações e Geotecnia executa prospecção hidrogeológica em S. Tomé e Príncipe.
    • Ler Mais »

© 2019 MOTA-ENGIL, SGPS