Número 36 . Novembro 2010
A estratégia para uma afirmação crescente em Angola

A Mota-Engil celebrou no passado dia 16 de Junho um Memorando de Entendimento para a constituição da Mota-Engil Angola, uma sociedade de direito angolano que será detida maioritariamente pela Mota-Engil e que terá como parceiro um consórcio angolano em que participam maioritariamente a Sonangol e o Banco Privado do Atlântico.

Pela alteração que promove no posicionamento que o Grupo assume num mercado estratégico como é o caso de Angola, entendo ser oportuno nesta ocasião, e sendo a Sinergia um órgão de comunicação privilegiado do Grupo Mota-Engil para com o meio com que nos relacionamos, detalhar a decisão que levou a que tivesse sido entendido como geradora de valor a presente parceria.

A Mota-Engil está presente há 63 anos em Angola, sendo reconhecida pelo contributo que ininterruptamente concedeu para o desenvolvimento infra-estrutural do País.

Hoje, a realidade é outra, e os desafios que se nos apresentam são diversos e com uma dinâmica própria de uma economia emergente que exige decisões eficazes e consentâneas com esses mesmos desafios.

A estratégia do Governo angolano, reforçada pelos resultados manifestados pela conjuntura recente que conduziu a uma oscilação do preço do petróleo, reforçou o entendimento de que é imperioso o desenvolvimento da sua economia não-petrolífera, com destaque para a indústria e a energia, em simultâneo com as infra-estruturas de base para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos com destaque para a habitação e as vias de comunicação.

Esse esforço que o Governo angolano vem promovendo, exige das empresas com responsabilidade naquele mercado, como é o caso da Mota-Engil, de contribuir activamente, através do seu conhecimento técnico e experiência, para a promoção desses mesmos projectos.

Reconhecendo que actualmente o Grupo Mota-Engil é uma realidade empresarial diversificada, o Acordo agora celebrado permitirá a geração acrescida de oportunidades de alargamento da cadeia de valor para o Grupo num mercado de reconhecido potencial e onde hoje a Mota-Engil é reconhecida pela sua capacidade de execução, pelo que, a par da constituição de uma empresa ligada ao sector da construção, o presente Acordo pressupõe a criação de veículos de Investimento para outros sectores industriais onde actualmente o Grupo detém conhecimento e posições destacadas no mercado nacional e em outros países.

Para a Mota-Engil, que é um investidor há mais de 60 anos em Angola, sempre tivemos uma Visão estratégica de longo prazo, demonstrando-o com o presente Acordo, o qual traduz um novo ciclo para Angola com o estabelecimento de uma parceria geradora de valor com Grupos económicos Angolanos ímpares na sua dimensão e reconhecimento.

Porque "Somos os que Fazemos", a concretização de uma parceria com um consórcio onde pontificam a Sonangol (com a maior participação no seio do consórcio) e o Banco Privado do Atlântico (com quem detemos já uma parceria para a área do ambiente e serviços através da VISTA Holding) tem todos os motivos para ser uma parceria de sucesso, sólida e duradoura, representando para a Mota-Engil um factor acrescido de responsabilidade e de motivação.

O estabelecimento de participações cruzadas, tal como preconizou o Presidente da Republica de Angola José Eduardo dos Santos na sua recente visita a Portugal, representa, no entendimento da Administração da Mota-Engil, a estratégia preferencial para que empresas de ambos os países consolidem o seu relacionamento por forma a permitir reforçar a sua competitividade externa, e a partir de Angola, como potência regional que é, catapultar novas oportunidades em outros mercados da África Austral.

Como fiz referência no anterior editorial, na actual conjuntura, numa Visão Estratégica de resistir no presente para vencer no futuro, o Grupo Mota-Engil tem de manter a ambição e a audácia para, com criatividade, promover novas ideias, projectos e negócios de modo a manter a sua dinâmica de crescimento, promovendo o seu conceito interno de "Um Mundo de Inspiração".

 

  • Outras Notícias
    • Mensagem do Presidente do Conselho de Administração da Mota-Engil, SGPS, SA
    • Ler Mais »

© 2019 MOTA-ENGIL, SGPS