Número 36 . Novembro 2010
Mota-Engil Engenharia
valoriza resíduos em obras rodoviárias

No âmbito dos objectivos de ecoeficiência, protecção do meio ambiente e inovação do Grupo Mota-Engil, têm sido desenvolvidos diversos projectos de valorização de resíduos provenientes das várias actividades que o Grupo desenvolve, particularmente no domínio da construção. Algumas das áreas de intervenção são apresentadas de seguida.

Reciclagem de misturas betuminosas com betume borracha
Os pneus usados constituem um resíduo altamente poluente e com poucas alternativas de valorização. No entanto, a utilização de borracha triturada proveniente de pneus usados para modificação das propriedades do betume utilizado no fabrico de misturas betuminosas tem conhecido consideráveis desenvolvimentos em Portugal e na Europa.
Para além da reconhecida vantagem ambiental, existem benefícios técnicos bastante interessantes, nomeadamente: aumento da resistência à fadiga e diminuição da propagação de fissuras e do envelhecimento da mistura betuminosa. Estas características contribuem também para uma redução do ruído provocado pela interface pavimento/pneu, resultado particularmente relevante para zonas urbanas.
Através da sua participada PROBIGALP, a Mota-Engil detém experiência neste domínio, em particular no que se refere ao estudo das características do betume modificado com borracha (BMB). A aplicação mais relevante desta técnica dentro do grupo aconteceu no IC24 - Sublanço Freixieiro/Alfena. Nesta obra rodoviária na zona do Grande Porto foi aplicada uma mistura betuminosa fina descontínua em camada de desgaste com Polybetume C2, o betume modificado com borracha de pneus desenvolvido pela PROBIGALP.

Valorização de finos de pedreiras
No âmbito do protocolo celebrado com o Laboratório Nacional de Engenharia Civil, está em curso um programa de investigação, em que também participa a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, para a valorização dos finos resultantes da lavagem de agregados provenientes dos centros de produção das Pedreiras de Cervães e de Famalicão, do Grupo Mota-Engil. A perspectiva é a valorização do resíduo através da sua aplicação como material de construção em obras geotécnicas, particularmente em aterros rodoviários.
O programa divide-se em duas fases: a vertente laboratorial, em que se procede a uma exaustiva caracterização dos materiais através de ensaios de caracterização; e a vertente geoambiental e geotécnica, em que se pretende definir experimentalmente em obra as propriedades mecânicas relacionadas com o comportamento dos materiais, permitindo desta forma determinar o seu potencial de valorização.

Valorização de materiais provenientes de escavação
Os materiais provenientes das escavações executadas em obras rodoviárias são tradicionalmente depositados em vazadouro. No entanto, a valorização destes resíduos é possível através de técnicas de tratamento com ligantes hidráulicos (cal e cimento). O menor consumo de recursos minerais, a redução das distâncias e a menor necessidade de meios de transporte contribuem para uma redução de custos e de consumo de energia.
As técnicas associadas ao tratamento de solos com ligantes hidráulicos são cada vez mais utilizadas em Portugal, sobretudo na construção rodoviária, e resultam dos imperativos económicos associados a uma preocupação ambiental crescente. O desenvolvimento desta técnica construtiva está associado ao progresso tecnológico verificado nos últimos anos, permitindo actualmente rendimentos bastante interessantes e uma boa qualidade de construção.
O tratamento de solos com cal na ALS - Plataformas Sul é o mais recente exemplo de aplicação deste tipo de técnicas pela Mota-Engil. Esta obra do Aeroporto de Lisboa permitiu a valorização de materiais cujas características técnicas não cumpriam os requisitos para aplicação em camada de leito de pavimento.

Reciclagem de misturas betuminosas a quente
A reabilitação de pavimentos rodoviários origina grandes quantidades de materiais resultantes da fresagem dos pavimentos cujo destino final é, maioritariamente, a condução a vazadouro. As técnicas de reutilização e reciclagem de misturas betuminosas fresadas têm conhecido um desenvolvimento considerável, fundamentalmente pelo facto de a execução de novos pavimentos rodoviários obrigar a um consumo elevado de recursos minerais e de ligantes betuminosos.
A reciclagem de misturas betuminosas a quente proporciona uma gestão mais sustentável do consumo de materiais nobres na execução de pavimentos rodoviários, permitindo a redução do consumo de agregados e de ligantes betuminosos através da adição de materiais fresados, que dão origem a novas misturas betuminosas com comportamentos mecânicos adequados.
Os estudos mais recentes deste tipo de técnica pela Mota-Engil foram desenvolvidos na obra da SCUT da Costa de Prata, onde foram aplicadas misturas betuminosas com reciclagem a quente. Os materiais fresados incorporados na mistura aplicada foram provenientes da obra de reabilitação da auto-estrada A1, sublanço Albergaria/Aveiro Sul.

 

  • Outras Notícias
    • Mota-Engil no combate aos fogos florestais
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil na preservação da biodiversidade com Projecto Oxigénio
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil patrocina exposição Art Déco
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil apoia “Festa na Baixa do Porto”
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil apoia celebrações do 50º Aniversário do Cristo-Rei
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil patrocina “Environome: sequencing the environment”
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil patrocina mostra de pintura de José de Guimarães
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil consolida parceria na gestão escolar da cidade do Porto
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil patrocina II Jogos da Lusofonia Lisboa 2009
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil apoia bolseiros no âmbito da Fundação Cidade de Lisboa
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil apoia projecto da TESE na Ilha de Moçambique
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil apoia produção cinematográfica em Moçambique
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil é “Mecenas Ouro” da Associação Salvador
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil apoia novo Centro de Acolhimento Temporário da AFVTER
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil “Padrinho da Fundação do Gil”
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil apoia publicação na área da deficiência infantil
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil nos “100 Mecenas Unidos pela Diabetes”
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil patrocina concerto bianual da APCL contra a leucemia
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil promove acções de rastreio cardiovascular
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil apoia criação de Banco de Ajudas Técnicas em Fridão
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil apoia Liga dos Amigos do Hospital de Amarante
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil apoia estudos de filhos dos trabalhadores
    • Ler Mais »

© 2019 MOTA-ENGIL, SGPS