Número 36 . Novembro 2010
Mota-Engil Engenharia ganha Hospital de Loures.

A empreitada do novo Hospital de Loures foi adjudicada às construtoras Mota-Engil Engenharia e Opway. O complexo, que envolve um investimento de construção de cerca de 76 milhões de euros, vai servir os municípios de Loures, Odivelas e Sobral de Monte Agraço, requalificando a oferta hospitalar de Lisboa a partir do início de 2012.

A construção deste Hospital está enquadrada no Programa de Parcerias Público-Privadas para a Renovação e Modernização da Rede Hospitalar do Serviço Nacional de Saúde, no âmbito do Plano Nacional de Saúde. O consórcio vencedor deste projecto é liderado pela Espírito Santo Saúde (ES Saúde) e inclui: Mota-Engil Engenharia, Opway, BES Santo, clínica alemã Asklepios e Dalkia.

A entidade gestora responsável pelo edifício hospitalar, liderada pela Mota-Engil Engenharia, envolve a Opway, Mota-Engil Ambiente e Serviços, BES e as empresas de manutenção Dalkia e Manvia, tendo a responsabilidade de construir, financiar, operar e manter o edifício hospitalar durante 30 anos. Por outro lado, a ES Saúde e a Asklepios constituem a entidade gestora do estabelecimento, assegurando a componente clínica do hospital por um período de 10 anos.

Situado 2,5 km a sul da cidade de Loures, na Quinta da Caldeira, o Hospital vai ser implantado num terreno de 166.425 m2 e vai ter uma área de construção de 62.515 m2. Dotada de 419 camas, a unidade hospitalar vai contemplar, entre outras valências: Maternidade, Pediatria, Cirurgia, Serviço de Urgência e Consultas Externas. Estão previstos 254 lugares de estacionamento em edificado e 1016 lugares para parqueamento à superfície. Junto ao limite Este do terreno vai ser também construído um heliporto, possibilitando a proximidade e o fácil acesso à entrada do serviço de urgência.

Os aspectos ligados à funcionalidade, segurança e conforto dos utilizadores do Hospital foram algumas das soluções de integração propostas pelo consórcio, minimizando a descaracterização do local de implantação. O projecto contempla ainda cenários passíveis de reconversões e expansões, permitindo alterações de funções entre zonas e serviços sem interferência com o normal funcionamento da entidade.

O novo complexo hospital vai localizar-se próximo do nó da Bela Vista do IC22 - Radial de Odivelas, oferecendo facilidade de acesso à CRIL (com ligação à Ponte Vasco da Gama), à CREL (Queluz/Loures) e ligação à A8/IC1 (Lisboa/Mafra/Leiria). No futuro, o metro de superfície, a implementar no concelho, vai constituir outro importante reforço na acessibilidade a este equipamento público.

  • Outras Notícias
    • Mota-Engil Engenharia inaugura extensão da Linha Vermelha.
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Engenharia no Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões.
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Engenharia assegura novo Hospital da Terceira.
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Engenharia reabilita via Vitorino Nemésio na Terceira
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Engenharia na nova ligação Vasco Gil – Fundoa
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Engenharia conclui trabalhos de requalificação de seis escolas.
    • Ler Mais »
    • Maior viga de sempre para a Mota-Engil - Betão e Pré-Fabricados.
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Engenharia conclui trabalhos no IC30 – Grande Lisboa
    • Ler Mais »
    • Mota-Engil Real Estate promove Edifício Planalto no SIL
    • Ler Mais »
    • Direcção de Fundações e Geotecnia promove estudos de inertização de lamas bentoniticas.
    • Ler Mais »
    • 5º Encontro de auditores: experiências e perspectivas.
    • Ler Mais »

© 2019 MOTA-ENGIL, SGPS